Tekoá Brasil apoia campanha para preservação do povo Xavante durante a pandemia



Os últimos 3 anos de trabalho de implantação do etnoturismo na Reserva Indígena Krahô, no Tocantins, trouxe à Tekoá Brasil mais que oportunidade desenvolver um novo roteiro de experiência e imersão.


Parcerias com indígenas exigem dedicação e envolvimento com seu modo de vida e necessidades. A conquista da cidadania ainda é um grande desafio para nossos povos ancestrais.


O drama mais recente é a pandemia da Covid-19, que apesar dos esforços em manter o isolamento está avançando rapidamente sobre as populações mais vulneráveis, incluindo as indígenas.


Segundo a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), no último dia 23 já havia 7.753 casos confirmados de contaminação em 111 povos, com 347 mortos.


Há estimativas de que a pandemia pode dizimar 40% da população estimada em 800 mil indígenas. Vale lembrar que mais da metade vive nas regiões Norte e Centro-Oeste.

Mantendo seu compromisso de apoiar as causas pró-indígenas, a Tekoá Brasil, que já é colaboradora da campanha “Salve Krahô” também se solidariza ao povo Xavante.


Que povo é este?


Autodenominados A´uwe (“gente”), habitantes do Mato Grosso, os Xavante somam cerca de 22 mil pessoas, distribuídas em mais de 300 aldeias. Desde a chamada “Marca para o Oeste”, são 80 anos de resistência social e cultural ao não-indígena.


Para o povo Xavante, a felicidade e a cura para nossos males estão na natureza, no bioma Cerrado. Porém, o novo vírus é reconhecido por seu alto grau de contágio, ainda não há tratamento reconhecidamente eficaz, natural ou produzido em laboratório.


Por isso, os Xavante, assim como demais povos indígenas brasileiros precisam ampliar o isolamento social, e ao mesmo tempo, garantir o suprimento das necessidades básicas, como alimentação e medicamentos.


Campanha


Lançada virtualmente na noite de quarta, 24 de junho, com apoio do Conselho Distrital de Saúde Indígena Xavante, a campanha “A'UWE TSARI – SOS Xavante” busca doações para as aldeias da etnia.


A iniciativa conta com apoio de várias entidades da sociedade civil, como a Federação dos Bancários do Centro-Norte (Fetec-CUT/CN), Expedicionários da Saúde, Operação Amazônia Nativa (Opan), The Nature Conservancy Brasil, Revista Xapuri, o Sindicato dos Bancários de Brasília e várias personalidades nacionais e internacionais, entre elas a atriz Lucélia Santos.

0 visualização

Registrada:

CNPJ 14.703.348/0001-50

Newsletter

Inscreva-se para receber as novidades.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Copyright 2020 Tekoá, todos direitos reservados